PUDIM CONDE DA PRAIA

É um doce conventual em que imperam as gemas de ovos em grande quantidade. Tem por designação original pudim de batata “Conde da Praia”, e, segundo a sua história, remonta ao século XVII. A sua confeção terá começado no Convento de São Gonçalo, em Angra do Heroísmo, dando uso à chamada “batata da terra”.

PUDIM CONDE DA PRAIA
PUDIM CONDE DA PRAIA

É um doce conventual em que imperam as gemas de ovos em grande quantidade. Tem por designação original pudim de batata “Conde da Praia”, e, segundo a sua história, remonta ao século XVII. A sua confeção terá começado no Convento de São Gonçalo, em Angra do Heroísmo, dando uso à chamada “batata da terra”.


O 1º Visconde de Bruges e 1º Conde da Praia da Vitória, Theotónio d’Ornelas Bruges (1807-1870), adotou esse doce como o seu predileto, servindo-o com regularidade nos seus banquetes, segundo o Historiador e seu descendente Jácome de Bruges.


O reviver do pudim “Conde da Praia”, atualmente com outra apresentação de molde mais pequeno, foi assinalado pela Associação Cultural Great, presidida por José Miguel Silva, no âmbito do programa das Festas da Praia 2014.  


Para a apresentação pública, a confeção do doce “Conde da Praia” esteve a cargo de uma pasteleira convidada, Ana Rocha.

O doce “Conde da Praia” reaparece assim em ambiente de festa abrilhantada pela Orquestra Great, ficando a expetativa da sua produção caseira em referência à cidade da Praia da Vitória.

Veja a receita:

Ingredientes

  • 1 kg de Açúcar
  • 24 Gemas de ovo
  • 1 Clara de ovo
  • 250 gr. de Batata da terra
  • 250 gr. de Manteiga dos Açores
  • 2 Paus de canela
  • 1 Colher de chá de canela
  • 1 Limão
  • Água q.b.
  • Açúcar em pó q.b.

Modo de preparação
1. Coza as batatas. Use um Passe-vite para fazer puré de batata.
2. Lavar ao lume o açúcar com uma chávena de água, os dois paus de canela e casca de limão até atingir o ponto pérola. Adicionar a manteiga ao açúcar fora do lume até que derreta e retirar os paus de canela e a casca de limão. Juntar o puré de batata ainda fora do lume e continuar a mexer até que todos elementos estejam bem incorporados. Levar de novo ao lume adicionando a canela em pó até atingir o ponto de estrada.
3. Num recipiente bata as 24 gemas e clara com varas. Adicione lentamente o preparado e incorpore tudo sem nunca parar de mexer. Leve de novo ao lume para engrossar até atingir o ponto de estrada. 
4. Verta o preparado para uma forma forrada com papel vegetal e untada com manteiga e coloque no forno a 180 graus durante cerca de 35 minutos.

Nota: Desenforme o pudim quando estiver frio e polvilhe com açúcar em pó.