Camafeu dos Açores

A origem deste doce português, muito tradicional da ilha Terceira, remete aos camafeus, objetos feitos de pedra cinzelada, formando figuras em relevo. No século XIX, passou a enfeitar blusas e vestidos femininos, além de ser pendurado ao pescoço por uma fita. É um doce pequeno, feito a partir de calda de açúcar, nozes raladas e ovos, engrossado ao fogo para ser, posteriormente, moldado no tamanho de uma noz, coberto com glacê e enfeitado com metade deste fruto.

Camafeu dos Açores
Fonte: https://xtudoreceitas.com/receita-de-camafeus-ilha-terceira/

Ingredientes: 

  • 250 g de nozes
  • 300 g de açúcar
  • 6 gemas
  • 2 claras
  • 400 g de açúcar para a cobertura
  • pingos de limão
  • meias nozes inteiras.

Modo de preparação:

  1. Leva-se o açúcar ao lume com 1 dl de água e deixa-se ferver até fazer ponto de espadana.
  2. Juntam-se as nozes raladas, mistura-se bem e retira-se do calor.
  3. Deixa-se arrefecer um pouco e adicionam-se as gemas e as claras previamente batidas. Leva-se novamente ao lume de modo a que a espécie engrosse o suficiente para poder ser moldada.
  4. Deita-se numa travessa e depois de bem fria molda-se em bolas do tamanho duma noz.
  5. Levam-se ao lume os 400 g de açúcar com 1 copo de água. Deixa-se ferver até fazer ponto de voar (ou ponto de boca mole).
  6. Fora do lume bate-se o açúcar até ficar opaco, juntam-se uns pingos de limão e mantém-se em banho-maria.
  7. Com a ajuda de dois garfos passam-se as bolas de espécie pela calda de açúcar e, à medida que esta operação se vai fazendo, coloca-se uma meia noz sobre cada bola.
  8. Depois de secos, põem-se os camafeus em caixinhas de papel frisado.

Veja também: